Entenda os impactos da evolução da inovação

Empresas que inovam para aumentar a produtividade estão com os dias contados

Marco Cavallo

27/05/2019

A inovação na Era Digital vai além da mera reinvenção. O conceito oferece novos significados à aplicação criativa de tecnologias, processos ou ideias para um propósito útil dentro das organizações. A inovação está se tornando uma commodity altamente valorizada pelo mercado e seus líderes, sendo vista como a chave para a competitividade e o crescimento econômico. Como resultado, a pressão dentro das organizações para identificar áreas que apresentam a maior oportunidade de inovação e desenvolver modelos para acelerar o ritmo da inovação tem aumentado sensivelmente. O surgimento da Internet e padrões abertos está gerando esses novos modelos, permitindo a integração de empresas e processos de negócios de um ecossistema de parceiros externos.

 

A natureza da inovação evolui em plena sincronia com as tecnologias tradicionais e suas aplicações em todos os setores da indústria. Na era digital, a inovação carrega significados e impactos diferentes, tocando vários aspectos das operações organizacionais e de suas estratégias de desenvolvimento e crescimento. A prevalência de tecnologias e novas organizações digitais transformaram a própria natureza da inovação e dos modelos de negócios que estas tecnologias permitiram serem criados, assim como também é importante ressaltar que um canal importante pelo qual as novas tecnologias digitais podem contribuir para o crescimento das organizações e, consequentemente, sua adoção, é por meio do seu impacto na inovação. Como a transformação digital está ganhando velocidade e parece pronta para mudar substancialmente o cenário organizacional global, ficar à frente da curva está se tornando cada vez mais importante para a sobrevivência dos negócios.

 

Uma das principais características da era digital é que ela é nutrida por um novo tipo de inovação. Além de tornar as ferramentas de pesquisa tradicionais mais poderosas, a tecnologia digital permite tipos de inovações quase sem custos por meio de reformulações de produtos e serviços que requerem pouco ou nenhum esforço de pesquisa e desenvolvimento como, por exemplo, a digitalização de produtos existentes e processos, novos modelos de negócios, incluindo empresas baseadas em plataformas digitais, Blockchains e crowdsourcing. Um dos principais desafios associados à análise dessa nova característica da inovação é a insuficiência de medidas tradicionais para avaliar seus resultados, tais como a criação de patentes, uma vez que há uma tendência divergente entre a atividade de patenteamento e a capacidade percebida das empresas de inovar, com a última aumentando rapidamente em todo o mundo.

Existem três áreas principais onde a natureza da inovação foi alterada como resultado do impacto direto da revolução digital: P&D, inovações para produtos e processos e inovações nos modelos de negócio. Além disso, a tecnologia digital teve impacto indireto na forma como o mercado se reestruturou e no seu ambiente competitivo, alterando os incentivos dos incumbentes para inovar, assim como o aumento do tamanho do mercado, redução de barreiras à entrada e a aquisição e alavancagem do conhecimento e das informações referente às preferências dos consumidores. Além de aumentar as pressões competitivas de novas formas de inovação, uma implicação-chave para as empresas na era digital é a sua capacidade de escalar rapidamente, o que está começando a se tornar uma pré-condição para o sucesso da inovação e praticamente todos os setores do mercado.

 


Atividades impactadas diretamente pela mudança da natureza da inovação

 

Ferramentas de P&D mais robustas

 

A área de Pesquisa e Desenvolvimento está indiscutivelmente se tornando uma das áreas mais importantes em qualquer organização. Em um passado não muito distante, era um setor restrito apenas às grandes corporações por demandar esforços de pesquisa dispendiosos e recursos consideráveis para a sua manutenção. Desde 2016, diversas ferramentas extremamente robustas foram desenvolvidas para reduzir os custos das atividades da área de P&D, antes inacessíveis para organizações de todos os setores, permitindo inferências mais precisas com base em grandes quantidades de dados e colaboração para pesquisas mais extensas, incluindo crowdsourcing. Além disso, ferramentas mais modernas permitem que os departamentos de P&D possam trazer inovações para as organizações com pouco ou nenhum esforço ou direcionamento de recursos financeiros. Bons exemplos incluem a digitalização de produtos e processos existentes, manufatura distribuída e Blockchain, bem como a perspectiva de atividades mais “uberizadas” em múltiplos setores, incluindo transporte, bancos, entretenimento e educação.

 

Uma infinidade de ferramentas de Data Analytics permite o processamento dos dados de consumidores em relação à utilização de produtos e serviços dentro das próprias organizações com uma grande eficiência em seu custo. As empresas que oferecem essas soluções permitem que os executivos tenham insights acionáveis ​​dentro de diversos dashboards que colocam seus produtos e serviços em ordem, com base nas necessidades do mercado, tudo orientado a garantir um ciclo de sucesso para estes produtos e serviços, capacitando as organizações a coletar dados em todos os aspectos das suas operações, e em diferentes geografias, para poderem posteriormente aplicar análises estatísticas avançadas e auxiliar no processo de tomada de decisões, tanto para o negócio quanto para a satisfação do cliente.

 

Inovação de Produtos e Processos

 

As tecnologias digitais não apenas possibilitam novos produtos e serviços para as organizações, mas também a reengenharia dos sistemas de produção, o que oferece vantagens tanto de custos quanto de qualidade. As companhias de tecnologia desenvolveram softwares avançados que permitem que organizações internacionais centralizem e padronizem sua operações administrativas (recursos humanos, contabilidade, folha de pagamento, call centers, marketing etc.), potencializando suas economias de escala. As soluções de automação de supply chain permitem que as empresas acompanhem os níveis de estoque, processem seus pedidos automaticamente e tenham a oportunidade de corresponder à oferta e à demanda do mercado. Outra área que têm se beneficiado amplamente é a comunicação interna que, em grandes organizações internacionais, é uma das áreas mais complexas e que pode afetar significativamente a eficiência operacional. Porém, softwares de comunicação (Slack, Beekeeper, Teams etc.) e mídias sociais corporativas (Workplace by Facebook, Yammer etc.) aumentam a eficiência e as oportunidades de colaboração entre as diferentes equipes em diferentes geografias.

 

O Cloud Computing é outro tópico e provavelmente uma das maiores oportunidades apresentadas aos negócios na era digital, pois os serviços baseados nesta modalidade não apenas permitem a escalabilidade, mas também diminuem significativamente os custos em hardware, infraestrutura, software e aplicativos de TI. Tais serviços também são contratados para reduzir o investimento de capital, diminuindo o custo total de propriedade, aumentando a agilidade organizacional e a resiliência a falhas.

 

Inovação de Modelos de Negócios

 

A tecnologia permitiu que as empresas repensassem seus modelos de negócios em sua totalidade, alavancando uma poderosa combinação de ferramentas digitais emergentes, hardware avançado e mão de obra especializada, oferecendo vantagens em preços e na qualidade dos serviços aos incumbentes. A inovação moderna dos modelos de negócios teve sua origem com os profissionais de tecnologia e tem sido levada adiante por profissionais de negócios que reconheceram novas oportunidades no mercado. A chave do sucesso para as organizações na era digital está nas novas oportunidades e inovações que as tecnologias disruptivas trazem para as formas de adequar produtos e serviços às necessidades do mercado e em alavancar a coleta descentralizada de informações para criar sistemas que estão constantemente sendo otimizados.

 

Além disso, Advanced AI, Machine Learning e uma implementação eficiente de tais tecnologias permitem criar um lugar para sistemas de aprendizagem direcionados mais eficazes na forma de modelos de crowdsourcing para inovação. Em outras palavras, as organizações modernas estão aprendendo sobre seus negócios, ajustam-se à medida que o tempo passa e respondendo às mudanças e riscos mercadológicos, necessidades dos clientes e novas tendências, alavancando e utilizando amplamente as tecnologias digitais.


Áreas impactadas indiretamente pela mudança da natureza da inovação

 

De um modo indireto, as tecnologias digitais estão possibilitando um maior volume de inovação dentro das organizações, alterando significativamente os fatores de incentivo para inovar. Esta forma de inovação é impulsionada principalmente pela pressão competitiva do mercado, onde a inovação em si não envolve necessariamente novas tecnologias.

 

Crescimento do Mercado

 

A tecnologia propriamente dita atua para integrar os mercados, reduzindo os custos de comunicação e aumentando a eficiência das sinergias, o que naturalmente aumenta a pressão competitiva nos mercados regionais vindo de organizações internacionais. Antes da revolução digital, a expansão internacional era uma tarefa complexa, dispendiosa e que demandava recursos humanos e financeiros das organizações. As empresas digitais modernas eliminaram as barreiras geográficas aos mercados internacionais, reduzindo o atrito com a necessidade de registros burocráticos ou a obtenção de licenças ou permissões nos piores cenários. Um bom exemplo são as plataformas online, através das quais as empresas podem se conectar quase que sem custos a uma base global de consumidores. Estas estão criando um ambiente competitivo mais forte nos mercados locais, servindo como uma “via digital” para as empresas cruzarem oceanos e alcançarem novos públicos, permitindo que os consumidores possam adquirir produtos e serviços de qualquer lugar do globo.

 

Redução às Barreiras de Entrada

 

O aumento do tamanho do mercado é uma consequência da era digital, tudo devido à redução das barreiras de entrada em novos mercados. Os avanços tecnológicos permitiram que as organizações operassem globalmente mesmo estando fisicamente distantes — ou nem mesmo existindo em um espaço físico — aumentando a concorrência significativamente para as organizações locais que não atingiram um estágio de maturidade digital e tecnológica semelhante. Além disso, a inovação tecnológica é rapidamente adotável para as organizações. As APIs permitem que as empresas avancem suas operações para novos (e superiores) níveis de eficiência e experiência com relativa facilidade. Nesta situação, as inovações se espalham rapidamente devido à sua natureza tecnológica, tornando mais fácil e rápida a criação e ajuste de produtos, permitindo que as empresas possam quebrar as barreiras geográficas e consigam atuar em mercados que têm aderência às suas estratégias.

 

Novos serviços como plataformas de marketing online e em cloud computing acessíveis globalmente estão salvando startups e pequenas empresas, pois eliminam uma parte significativa dos custos fixos da administração de uma empresa, o que facilita a entrada e o dimensionamento destas em novos mercado, contribuindo para um bom nivelamento de ofertas em relação aos grandes players do mercado.

 

Alavancagem de Dados dos Consumidores

 

As tecnologias digitais modernas capacitaram as organizações ao hypertargeting e terem perfis precisos de seus clientes com base em suas características específicas, comportamentos e estilos de vida. As soluções de Data Analytics oferecem às empresas a oportunidade de direcionar produtos e serviços que estejam diretamente alinhados às preferências e expectativas dos consumidores. Os produtos e serviços, por sua vez, podem ser mais personalizados para atender às demandas pessoais de cada consumidor ou grupo de consumidores. Como resultado, outros players são forçados a inovar para responder a esta “nova” concorrência, o que beneficia amplamente os consumidores não somente no quesito preços, mas aumentam sua fidelidade, confiança nas marcas e satisfação. A personalização baseada em dados garante a relevância dos produtos e serviços aos consumidores e comunica o propósito das organizações com maior eficiência e com foco em seus clientes, uma vez que estes tendem a ficar com as marcas que estão dispostas a fornecer exatamente o que eles querem ou precisam.

 

Em geral, a natureza da inovação é um processo sociocultural complexo envolvendo diversos tópicos e fontes de dados. Não se trata apenas de melhorar e sustentar a vantagem competitiva das organizações, mas também de abordar os principais desafios socioeconômicos da era digital. A natureza da inovação está evoluindo de algo voltado meramente para produtividade econômica para uma forma de inovação voltada para a sustentabilidade, ampliação das perspectivas sócio-tecno-culturais e para o relacionamento com os consumidores. O campo da inovação enfrenta o principal desafio: criar uma definição abrangente e métricas adequadas, superando a fragmentação de pesquisas e gerando valor tangível para as organizações e seus consumidores de forma global.