Negócios

A diferença entre inovação e transformação na era digital

Muitas vezes usadas como sinônimos, as duas ações são totalmente diferentes

Marco Cavallo

A diferença entre inovação e transformação na era digital

compartilhar:

Se uma organização quer que seu negócio sobreviva, ela precisa inovar. Se ela quer ter uma chance de prosperar, ou até mesmo sobreviver no mercado na era digital, ela precisa de transformação. Certamente, inovação ou transformação não são garantias de sucesso, porém, a falta de ambas quase certamente leva à desgraça. Torna-se quase impossível citar uma empresa ou uma indústria (exceto o governo) que, quando confrontada com uma mudança no mercado, não conseguiu inovar e, em vez disso, permaneceu com seu modelo tradicional de negócios e sobreviveu ou prosperou.

 

Claramente, quando uma organização depara-se com um mercado em plena disrupção e consumidores com necessidades e expectativas em constante mutação, dúvidas e inseguranças ocupam as reuniões de diretoria e até mesmo as noites de sono dos executivos. Como posso inovar sem mudar a percepção do meu negócio? Será que preciso inovar em meus produtos ou serviços? Será que a aplicação de alguma nova tecnologia poderia resolver o problema? Poderia uma série de inovações, introduzidas em rápida sucessão, resultar em transformação? Torna-se extremamente fácil confundir ambos ou desfocar os limites entre inovação e transformação.

Em algumas situações, a transformação pode levar à inovação. Em outros, a inovação pode levar à transformação, mas essa relação de causalidade mútua é muitas vezes negligenciada pelas organizações, muito pela crença dos profissionais envolvidos que ambas significam a mesma coisa. Embora de fato relacionadas, é crucial que os líderes de negócios modernos saibam a diferença entre os dois termos e suas aplicações dentro de suas organizações.

 

Exclusivo para Assinantes

Clique aqui