5 pós-graduações para mergulhar na transformação digital

Confira a seleção de cursos para impulsionar a carreira em 2020 e entender o impacto da tecnologia em várias áreas

Françoise Terzian

03/01/2020

Conhecimento nunca é demais. Ainda mais na era da Transformação Digital, que está causando reviravolta em todas as áreas e profissões. Nada mais será como antes em praticamente todas as carreiras. Da Medicina, que avança no uso da robótica e da telecirurgia, ao Jornalismo, que abraçou o digital, passando pela Agronomia, cada dia mais adepta dos drones, dos satélites e dos algoritmos, todas as carreiras estão sendo impactadas pelos avanços das novas tecnologias.

 

Diante desse cenário, selecionamos 5 novos cursos de pós-graduações ou MBAs que você deve considerar em 2020  para entender como a transformação digital está trazendo novas possibilidades de atuação em diversas áreas. Com alta procura, esses cursos são as grandes apostas das instituições de ensino para esse ano que acaba de começar. Confira a lista:

 

MBA Varejo Digital

Ibmec SP

Duração: 450 horas

 

Destinado para empreendedores e profissionais formados com alguma experiência nas áreas de vendas e varejo, o MBA Varejo Digital visa preparar para a expansão dos canais digitais e sua constante evolução. isso porque a indústria e o varejo vivem um momento que demanda investimentos em estratégias e práticas omnichannel e foco em conexões mais eficientes entre estes novos e múltiplos canais.

 

O curso, que será oferecido em duas turmas, trará conteúdos como novos modelos de negócios, varejo do futuro e startups e inovação. Serão mostrados ainda casos de sucesso e insucesso. Como explica Edson Machado, professor de Gestão de Inovação no MBA do Ibmec SP, há uma lacuna entre o varejo online e offline. A ideia é ajudar os profissionais a juntarem os dois mundos.

 

“Queremos que o aluno esteja preparado para ir do online ao offline. A loja física não vai desaparecer. Ela apenas vai mudar de cara, tornando-se um lugar de experiência e um mini centro de distribuição” explica o professor, que também é coordenador do Hub´s, espaço de Inovação e Empreendedorismo do Ibmec SP. As aulas começam em 6 de março de 2020.

 

Pós-graduação em Internet das Coisas: Inovação Tecnológica e Negócios

Centro Universitário Senac – Senac Lapa Tito, em SP

Duração: 360 horas

 

Especializar profissionais que atuem ou desejem atuar na área de IoT. Essa  é a missão da pós-graduação Lato Sensu, que qualifica profissionais para atuar na área de gestão de projetos de desenvolvimento de soluções inteligentes e inovadoras com IoT.  Durante o curso, o aluno fortalece a visão empreendedora e desenvolve a capacidade para avaliar produtos e soluções de segurança de dados, éticas e técnicas relacionadas a confiabilidade da informação.

 

A grade curricular apresenta disciplinas antenadas às tendências do mercado como arquitetura e softwares; hardwares e infraestruturas; cibersegurança, aplicação da internet das coisas; análise de dados e big data gestão de projetos; web e usabilidade da internet das coisas além de negócio e empreendedorismo. As aulas têm início ainda no primeiro semestre de 2020.

 

Especialização em Inteligência Artificial

Centro Universitário Senac – Campus Santo Amaro, em SP

Duração: 360 horas

 

O curso prepara profissionais para atuarem na gestão de sistemas inteligentes, incluindo as tecnologias, os processos e as metodologias necessárias. Com aulas dinâmicas, os estudantes conhecerão situações práticas utilizando ferramentas de mercado e participarão de análise de cases, workshops e seminários.

 

A lista de especializações ofertadas pela instituição na área de tecnologia da informação ainda inclui os cursos: Animação, Big Data, Desenvolvimento de Games, Gestão e Governança da Tecnologia da Informação e Gerenciamento de Projetos – Práticas do Project Management (PMI). Aulas com início ainda no primeiro semestre do ano.

 

Pós-graduação em Direito: Inovação e Tecnologia

FGV Direito Rio – Rio de Janeiro

Duração: 360 horas

 

Para quem é advogado, é fundamental. Para quem trabalha com digital, mesmo não tendo formação em Direito, é necessário. Com as rápidas movimentações proporcionadas pela transformação digital e também com a evolução – mesmo que lenta – da legislação brasileira, a exemplo da aprovação da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), é vital entender os novos caminhos trilhados pelo direito.

 

De cinco anos para cá, o direito revolucionou mais que nos últimos 50 anos. Blockchain, smart contracts, legal design e open innovation são algumas temáticas novas que se tornaram parte do cotidiano jurídico. O profissional precisa ser parceiro dessas novas tecnologias para ter mais flexibilidade para lidar com as mudanças.

 

Sinal dos novos tempos, esse cenário tem exigido do advogado conhecimentos em áreas não ensinadas ou aprofundadas na faculdade. “Quando eu, advogado, iria numa escola de direito aprender programação? Hoje, no decorrer dessas mudanças, o advogado deve aproveitar para ir além do direito básico, que não supre mais as necessidades dos clientes”, explica Rafael Almeida, coordenador da pós-graduação Lato Sensu da FGV Direito Rio.

 

O que os clientes exigem hoje do advogado é conhecimento variado sobre gestão de projetos e de pessoas e compreensão sobre o mercado de atuação do cliente. “É necessário que advogado tenha uma visão mais colaborativa”, explica Almeida.

 

Esse curso visa capacitar advogados e profissionais de áreas afins – de farmacólogo a agrônomo – em habilidades e competências específicas para melhor lidar, em um contexto de transformação digital contínua, com as modernas questões que se articulam entre o Direito e a Tecnologia.

 

Como explica o professor, o curso inclui um manancial de temas. De programação, dados, tributação, aspectos financeiros, econômicos e regulatórios a um mergulho em nomes como criptomoeda, blockchain, cyber security e regulação de Inteligência Artificial. Início no primeiro semestre do ano.

Pós-graduação em Direito Digital nas Empresas: Estratégias e Aplicações

Faap – São Paulo

Duração: 432 horas

 

O curso de Pós-graduação em Direito Digital nas Empresas: Estratégias e Aplicações, que tem sua primeira edição agora em 2020, vai oferecer uma abordagem interdisciplinar deste cenário. O objetivo é promover uma visão global a respeito dos riscos e oportunidades das tecnologias que armazenam, interpretam e distribuem dados.

 

“O universo jurídico acompanha todas as mudanças na sociedade e não seria diferente ter este tema, já que a era digital está presente na vida e nas relações empresariais, trabalhistas e sociais. Abordar o impacto deste cenário no universo jurídico é o que buscamos neste curso”, explica Renato Opice Blum, professor coordenador do curso de pós-graduação em Direito Digital nas Empresas: Estratégias e Aplicações da Faap.

 

Blum cita ainda o Marco Civil da Internet, a lei n.º 1.237, mais conhecida como Lei Carolina Dieckmann, as questões envolvendo a certificação digital, a troca da assinatura de documentos escritos por assinaturas digitais e prontuários eletrônicos de pacientes como alguns dos pontos ainda não abordados nas graduações.

 

Com duração de 1,5 ano, o curso é voltado a profissionais do Direito, Gestão e Negócios, Marketing, Economia, Relações Internacionais e Gestão Pública que, para a tomada de decisões, necessitam conhecer as implicações jurídicas das ações estratégicas e negócios operados em ambientes digitais.

 

Bônus: SU Brazil Executive Program

Singularity University e HSM

Duração: 3,5 dias de imersão

 

Para quem não tem tempo ou disposição para um curso de pós-graduação ou MBA, a dica é mergulhar, por 3,5 dias, em um programa executivo da Singularity University e fazer uma imersão nos principais temas que estão moldando o futuro dos negócios. Dentre eles, claro, a transformação digital que está mudando a faceta de empresas e setores inteiros. Esse é o SU Brazil Executive Program, destinado a líderes corporativos, gestores governamentais e agentes do terceiro setor.

 

É a primeira vez que o carro-chefe da Singularity University será conduzido na América Latina. O programa será conduzido pela HSM, Country Partner da Singularity University, entre os 2 e 6 de fevereiro de 2020, em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha. Das 400 aplicações recebidas até agora, 50 executivos serão selecionados.

 

Os participantes farão uma imersão nas principais tecnologias exponenciais como robótica, biohack e mobilidade, práticas transformadoras e relevantes desafios globais. “Nosso foco é transformar as pessoas e as organizações, munindo-as de habilidades e conhecimentos necessários para os  grandes desafios atuais”, explica Reynaldo Gama, CEO da HSM e Co-CEO da Singularity University Brazil

 

O programa é voltado para empreendedores e executivos de diferentes níveis hierárquicos, que terão acesso a conteúdo sobre Inteligência Artificial (IA), Mobilidade, Neurociência, Digital Fabrication, Realidade Virtual e entre outros.