Agile: o cenário brasileiro da metodologia na prática

Maioria das empresas não concorda que uso destes métodos seja uma realidade
18/03/2019

 A metodologia Agile tem sido adotada por organizações de diferentes portes e verticais para tornar processos empresariais mais rápidos, acelerando a transformação digital. Pensado, inicialmente, para facilitar a criação e entrega de sistemas, hoje o conceitoé amplamente utilizado em outros processos. A área de TI lidera, em muitos casos, a implementação desse tipo de metodologia.

 

Resumidamente, Agile consiste em uma forma de acelerar as entregas durante o desenvolvimento de um projeto, fracionando o todo em entregas incrementais. O trabalho é feito em times com equipes multidisciplinares para atingir uma meta estabelecida a cada fase. Muitas empresas já estão trazendo os benefícios ágeis para a gestão de projetos e, até mesmo, para o centro da estratégia, pois o mercado altamente competitivo exige que as companhias possam responder rapidamente às mudanças para não perder mercado.  

 

Na teoria, o processo é de amplo conhecimento do mercado. Na prática, não é bem assim. Qual será o cenário de uso da metodologia dentro das empresas brasileiras? Afinal, as organizações efetivamente utilizam essa tecnologia no desenvolvimento de novas soluções, ou este é apenas um discurso? A maioria das empresas ainda não concorda totalmente que isso seja uma realidade. Confira no gráfico abaixo os dados colhidos na pesquisa “As 100+ Inovadoras no Uso de TI”, de 2018: 

 

 

 

Dentre as empresas que responderam “concordo” ou “concordo completamente”, ou seja, aquelas que efetivamente estão utilizando metodologias ágeis, a maioria é dos segmentos de serviços, comércio atacadista e varejista e indústria da engenharia e construção, que ficam empatados em primeiro lugar. Em seguida vem o setor de agronegócios, com o mesmo percentual da área da saúde. O gráfico abaixo mostra a fatia de cada segmento: 

 

 

E em quais tipos de projetos as empresas que utilizam Agile estão implementando esta metodologia? Desenvolvimento de Sistemas recebeu a maior parte das respostas (32,6%), com utilização em mais da metade dos projetos deste tipoPorém, quando o assunto são outros Programas Digitais e de Transformação Organizacional, o percentual de aderência de metodologias Agile em mais de 50% dos projetos cai para 24,4%. O percentual é similar ao apresentado também em Mapeamento e Desenvolvimento de Novos Projetos (28,5%). 

 

 

 

Ainda há muito espaço para uso de abordagem ágil para satisfazer a crescente necessidade de velocidade e melhoria dos processos dentro das empresas brasileiras. Os dados mostram que, apesar de a pesquisa mostrar adoção dos métodos Agile nas empresas brasileiras, processos lentos e inflexíveis são apontados por mais da metade dos entrevistados como barreira existente ou emergente às iniciativas de inovação em suas companhias. Veja no gráfico: