Aprenda habilidade para garantir seu trabalho dos sonhos!

Negócios

Saiba o que a economia tem a ver com a sua estratégia de TI

Pesquisa mostra que ameaças e riscos internos e externos preocupam CIOs

Saiba o que a economia tem a ver com a sua estratégia de TI

compartilhar:

 O atual cenário econômico e financeiro do país traz incertezas e impactos para todos os setores de atividade. Para o segmento de TI, claro, não é diferente.  Na última pesquisa “Antes da TI, a Estratégia”, realizada em 2018, a maioria dos CIOs de todo o país apontou o baixo crescimento ou estagnação como o fator externo que mais ameaça a implantação das suas estratégias de TI dentro das companhias. Mais da metade dos consultados (50,7%) fizeram essa afirmação, o que mostra a grande preocupação do mercado, no ano passado, com todo o ambiente econômico e suas consequências para a tecnologia e o negócio. 

 

Para se ter uma ideia do temor do setor de TI, dentre as ameaças externas citadas, o baixo crescimento ou estagnação trazem mais preocupação aos CIOs do que fatores historicamente importantes para o mercado como aumento da concorrência/ruptura do modelo de negócios (em função de novos entrantes), apontado por 37,8%, ou até a falta de mão de obra qualificada, que vem em seguida, citada por 33,4%. Amesmo o já tradicional problema da alta tributação de produtos e serviços, preocupação recorrente no Brasil para todos os setores, foi apontado por um percentual menor de CIOs como uma ameaça: 25,3%.  

 

E por que dados como estes são relevantes para toda a comunidade de TI? No momento em que o mercado sente um cenário econômico mais desafiador, projetos de TI podem diminuir, e o foco na questão de redução de custos passa a ser maior. E é normal que em um ano de eleições, como foi 2018, ainda com incertezas em relação a qual candidato seria eleito e seu plano econômico, a insegurança dos gestores seja grande. Neste cenário, a maioria das empresas avaliadas optou por não aumentar o orçamento de TI em 2018, e sim manter o mesmo número de 2017. Essa foi a opção de 22,6% dos CIOs que responderam à pesquisa. Além disso, 10,5% das empresas optaram por diminuir o orçamento anual.  

 

Exclusivo para Assinantes

Clique aqui