Conheça 5 tendências sobre o futuro do trabalho e prepare-se

Quer se manter relevante no mercado daqui para a frente? Siga essas dicas de especialistas
16/08/2019

São muitas as dicas que o IT Trends já deu até hoje para te ajudar a acompanhar o impacto da tecnologia no mercado de trabalho. Para te ajudar, compilamos as cinco recomendações mais quentes dos especialistas para você se manter relevante em um mundo em transformação. Acompanhe todos os conselhos e se prepare agora para o futuro:

 

1 – Você precisará ter mais de uma carreira

 

A tendência do profissional multicarreira tem sido impulsionada pela evolução do mercado de trabalho e a transformação digital. Hoje, os modelos tradicionais de trabalho com horário fixo, por exemplo, estão começando a se tornar mais flexíveis, favorecendo a atuação do profissional em mais de uma área. Além disso, é mais conveniente que se tenha uma segunda carreira como carta na manga, dadas as atuais incertezas sobre o futuro do trabalho e a eliminação de diversas funções por conta da automação.

O exemplo dado do especialista Paulo Exel, diretor da consultoria de recrutamento Yoctoo, é simples: quando os caixas eletrônicos entraram dentro das agências bancárias, houve diminuição no número de atendentes nos bancos. Imagine se você fosse um desses caixas e tivesse uma outra carreira também em andamento, não seria muito mais fácil passar por essa transição? Agora imagine que as próximas mudanças serão ainda mais bruscas e rápidas, e você precisará estar preparado. Por isso, o futuro do trabalho não será guiado pela escolha de uma carreira, mas de várias delas. Saiba mais sobre essa tendência aqui.

 

2- Você precisará aprender e desaprender constantemente

 

A capacidade constante de aprender e, principalmente, a habilidade de desaprender facilmente aquilo que acredita ser correto, mas que já mudou, será essencial para o profissional do futuro. Com a velocidade das transformações mais acelerada do que nunca, por conta da tecnologia, esse processo de aprendizado e desaprendizado será cada vez mais importante e constante na vida de todos os profissionais.

O motivo é simples: como muitas pesquisas já mostraram, a evolução da tecnologia irá eliminar muitas funções e criar outras que ainda nem conhecemos e, para sobreviver a este novo cenário, a capacidade constante de aprendizado será crucial. Antes dos avanços da tecnologia, até bem pouco tempo, as carreiras tinham uma durabilidade muito longa (em geral, de uma vida inteira). Agora é necessário se preparar para ter até seis carreiras diferentes.

 

Neste novo cenário de tanta mudança e dinamismo, até a exigência de curso superior já vem sendo deixada de lado em alguns casos. Segundo a especialista Caroline Cadorin, diretora da empresa de recrutamento Hays, em muitos casos as empresas já têm valorizado muito mais a experiência em determinada metodologia ou tecnologia do que títulos e cursos universitários.

 

3 – Você terá que saber trabalhar por projeto

 

O especialista Caio Arnaes, gerente sênior da Robert Half, explica que as relações de trabalho estão mudando e as empresas estão investindo, cada vez mais, na contratação de profissionais por projeto. já consolidado na Europa e nos Estados Unidos e que está se expandindo no Brasil. Além disso, esse modelo é muito indicado para os profissionais que querem se desenvolver e acompanhar todas as mudanças trazidas pela tecnologia. É essencial que o profissional se envolva em projetos de inovação dentro da companhia como, por exemplo, a implementação de um novo sistema ou processo em determinada área. “Ao fazer parte do projeto, o profissional mostra postura de empreendedor e dá alguns passos à frente no desenvolvimento”, explica Arnaes.

 

4 – Você terá que ser fluente em dados

 

Automação, robótica e inteligência artificial estão criando mudanças fundamentais em como vivemos e trabalhamos. E os dados são a linguagem universal desta Quarta Revolução Industrial. o especialista Cesar Ripari, diretor de pré-vendas América Latina da Qlik, empresa de análise de dados, explica que estamos vivendo o que ele chama de a terceira geração de BI, com alta democratização da informação dentro das organizações, para todos os níveis hierárquicos. “Tudo chega muito fácil para qualquer nível da empresa, é tudo muito mais colaborativo”. Por esses motivos, o futuro do trabalho precisa de profissionais que saibam usar dados para construir conhecimento, tomar decisões e comunicar essas informações da melhor forma.

 

5 – Você terá que estar preparado para ser recrutado por robôs

 

Eles já estão lendo o seu currículo, avaliando suas qualificações e calculando o seu potencial de ocupação da sua tão sonhada vaga de emprego. No futuro do trabalho, essa realidade será ainda mais frequente. Se os dados checados pelas máquinas não forem suficientes para a posição, você está fora do processo. Na prática, a Inteligência Artificial está ajudando recrutadores e empresas a ganhar tempo ao apontar, na ordem de importância, os profissionais mais estratégicos para cada posição. Mas calma que o IT Trends te dá todas as dicas para você preparar seu CV para o futuro do trabalho:

 

  • Ir muito além do preenchimento do nome da empresa onde atuou e o período trabalhado: quanto mais detalhamento experiências e qualificações, mais chances das características procuradas pelo robô serem encontradas no seu currículo.

 

  • Fugir da abreviatura de palavras e deixar a “mensagem” clara para os robôs recrutadores.

 

  • Evitar mandar um currículo padrão para todas as vagas. A personalização é necessária para melhorar as chances de “match” entre a descrição da posição e o CV.

 

  • Ao personalizar o currículo, é importante checar a melhor forma de incorporar as palavras-chave do job description da vaga em questão ao longo do CV. Por exemplo, incluir “gerenciamento de projetos” entre as ações sob sua responsabilidade em uma das experiências listadas.

 

  • Enumerar não só as hard skill, mas também as soft skills (habilidades comportamentais), com atenção para as palavras-chave de cada uma delas (exemplos: “comunicação”, “adaptar”, “organizar”, “gerenciamento de tempo”, entre outras). Use estas palavras-chave ao longo de seu CV para descrever suas realizações.