Cybersegurança

O que você precisa saber sobre privacidade de dados

Cenário inclui uso impróprio de informação, manipulação e fake news. O que fazer?

Você já se sentiu observado? A explosão do número de câmeras de vigilância, smartphones e webcams mudaram o sentido que temos de vigilância. A internet se tornou parte de nós e isso trouxe consequências muitas vezes desfavoráveis. Hoje as redes sociais e o ecossistema digital impulsionam a economia e a interação entre as pessoas, mas também vêm transformando para sempre o conceito de privacidade.

 

Você pode não perceber, mas ao acessar a internet — seja por aplicativo ou site — você deixa rastros sobre sua atividade na rede. Um simples clique ou um pequeno cadastro é a permissão que as empresas precisam para coletar e utilizar seus dados. A maioria dos sites têm cookies, mini arquivos que armazenam informações do usuário para facilitar a sua navegação na próxima vez que visitar o site. Com esses dados as empresas sabem das suas preferências e podem oferecer conteúdos voltados ao seu perfil.

 

­­­­­­­­­­A construção de cada perfil é desenvolvida por meio de complexos algoritmos que analisam os padrões de comportamento para oferecer, por exemplo, anúncios publicitários mais precisos ou conteúdos e produtos personalizados. Com a evolução da Inteligência Artificial e do Machine Learning, as análise das informações dos usuários estão sendo levados a um novo nível. Por isso, instituições governamentais do mundo todo já estão agindo para controlar o acesso às informações de seus cidadãos por parte das empresas.

Quer ler mais? Teste grátis:

Este e outros conteúdos exclusivos preparados por especialistas vão te ajudar a transitar neste mundo em transformação.